Voltar

Brincar é fundamental para o desenvolvimento intelectual da criança.

Piaget (1976), grande pesquisador do desenvolvimento humano, diz que a atividade lúdica (brincadeira) é o berço obrigatório das atividades intelectuais da criança. Estas não são apenas uma forma de desafogo ou entretenimento para gastar energia das crianças, mas meios que contribuem e enriquecem o desenvolvimento intelectual. Ele afirma:

“O jogo é portanto, sob as suas duas formas essenciais de exercício sensório-motor e de simbolismo, uma assimilação da real à atividade própria, fornecendo a esta seu alimento necessário e transformando o real em função das necessidades múltiplas do eu. Por isso, os métodos ativos de educação das crianças exigem todos que se forneça às crianças um material conveniente, a fim de que, jogando, elas cheguem a assimilar as realidades intelectuais que, sem isso, permanecem exteriores à inteligência infantil.( Piaget 1976, p.160).”

Então caro leitor, a brincadeira e os jogos, além de serem formas de expressão da criança, acabam se tornando a ponte entre o íntimo dela e o mundo externo, dessa forma, ela expressa sua vida, e também absorve do meio em que vive características culturais, sociais, além de desenvolver sua capacidade de pensar, falar, imaginar, raciocinar, lembrar, criar, memorizar, interagir, desenvolvendo também suas habilidades motoras.

Vamos brincar!

Um grande abraço

Roseli Couto